HISTÓRIA

POLÍTICA DA EMPRESA

ESTRUTURA ACIONISTA

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA




A FORÇA DE UMA HISTÓRIA


 

A História da Groundforce Portugal como entidade independente remonta a 1982 com a autonomização do Departamento de Operações em Terra (DOT) da TAP. Em 1989, decorrente de um processo de reestruturação organizacional, recebe a denominação de Direcção Geral de Operações em Terra (DGOT). Já na década seguinte, numa estratégia de expansão e de prestação de serviços a terceiros, é criada em 1992 TAP Handling.

 

Em Abril de 2003, a TAP SGPS e a TAP SA aprovaram a separação da unidade de negócio, surgindo uma nova empresa denominada SPdH–Serviços Portugueses de Handling, S.A., sucedendo à TAP no respeitante às operações em terra.

 

A SPdH iniciou a sua actividade no dia 1 de Outubro de 2003, afirmando-se como uma empresa de grande relevância no panorama da aviação civil em Portugal, designadamente pela qualidade do serviço de assistência em terra que assegura à TAP Portugal e às principais companhias que voam para aeroportos nacionais. Ainda em 2003 foi consolidado um acordo entre a SPdH e a Portugália Airlines, por efeito do qual a segunda maior companhia aérea portuguesa assegurou uma participação de 6% no capital da SPdH.

 

Foi iniciado entretanto o processo de privatização da SPdH através da venda de 50,1% do seu capital por via de um Concurso Público Internacional, que permitiu a entrada na estrutura accionista do Grupo Globalia.

 

No ano 2005, já com a nova estrutura resultante da história da TAP, do dinamismo da Portugália e da dimensão do Grupo Globalia, nasceu uma nova identidade: a Groundforce Portugal.

 

Em 2006 deu-se continuidade ao processo de crescimento da Groundforce Portugal, com a modernização de equipamentos e processos, a continuação da aposta no capital humano e a concretização de projectos relacionados com a melhoria das condições de trabalho.

 

Em Março de 2008, um consórcio de três bancos (BIG, Banif e Invest) adquire a posição detida pela Globalia, numa estratégia de Melhoria de Serviço ao Cliente e satisfação de todas as Partes Interessadas.

 

Em 2012, a Autoridade da Concorrência aprova concretização do acordo de princípio celebrado entre a TAP e o Grupo Urbanos, com a aquisição de 50,1%, iniciando um processo de transformação da empresa no sentido da sua sustentabilidade, na perspectiva dos principais accionistas, trabalhadores, clientes e fornecedores. Este tem como objectivo criar as condições necessárias ao crescimento e desenvolvimento, mantendo a Groundforce como empresa líder em Portugal no mercado de assistência aeroportuária de passageiros, bagagens e carga.


Prosseguindo o caminho para a Excelência, baseada numa estrutura de processos chave consistente, a Groundforce pretende ser uma empresa moderna e de Futuro, dando todos os dias o seu contributo para o desenvolvimento sustentado.



Historial 1

 Historial 2



Groundforce Portugal > QUEM SOMOS > HISTÓRIA
Enviar a um(a) amigo(a)Enviar por e-mail      ImprimirImprimir      FavoritosFavoritos